11 de jun de 2013

Prefeito Godô participa de reunião com Cid Gomes para discutir transposição do Flor do Campo para Crateús




Preocupado com a situação da emergente falta d’água no município de Crateús, o prefeito de Novo Oriente, Godofredo de Lima Vieira, está buscando formas sensatas de ajudar o povo crateuense. Godô participou na manhã de terça, (11), de uma reunião com o governador Cid Gomes para decidir a liberação das águas do Açude Flor do Campo em Novo Oriente e a forma, como a água será levada ao município vizinho.


Na comitiva formada pelo prefeito Carlos Felipe (Crateús), deputado estadual, Neném Coelho e o Representante do Ministério Público, promotor Rafael Pessoa, Godô, se disse sensibilizado com a situação do município vizinho, mas, afirmou que não quer tomar nenhuma decisão precipitada e que venha no futuro, comprometer a população de Novo Oriente e demais municípios abastecidos pelo Açude Flor do Campo. “Este assunto requer debate junto à população considerando o estágio avançado e penoso da estiagem, cabe às autoridades competentes a realização de estudos para discutir e ponderar com segurança o futuro do abastecimento da água de Novo Oriente, considerando a Soberania do Estado do Ceará sobre o uso e disposição das águas do Açude Flor do campo.” Explica o prefeito de Novo Oriente Godofredo Vieira.

O assunto vem gerando polêmica por parte da população novorientense nas redes sociais que se posiciona contrária a forma como a liberação da água está sendo tratada. A igreja, bem como as lideranças locais se manifestou contra à liberação, que até então seria por terra, através de canais, ou seja, abrir as comportas do Flor do Campo. A água já vem sendo liberada para Quiterianópolis e Santa Teresa. Um comitê foi criado para discutir e defender a forma que a água será transposta.

A administração municipal realizou uma Audiência Pública, terça-feira, (21/05), para ouvir a população, comerciantes e igreja.

Um comentário:

  1. Algumas coisas esquisitas vem acontecendo sobre este assunto em Novo Oriente - CE, Por exemplo: O Secretário do Meio Ambiente, que representa o Município e a vontade do Prefeito no Conselho da Bacia do Poti, quando foi tratado sobre este assunto, se absteve de votar; Outro ponto, também esquisito, é os bens públicos do nosso Município sendo destruído pelo Estado e o Prefeito não diz nada; O Ibama/Semace, são tão rigorosos com os Proprietários Ribeirinhas do Poti e agora Permite MILAGROSAMENTE modificação de toda a estrutura do Leito do Rio, muito Esquisito...

    ResponderExcluir