2 de ago de 2011

Comunicação Interna, como fazer?

Do site: http://www.voxnews.com.br
 
Quando funcionários estiverem conscientes dos valores das empresas, acreditarem neles, compartilharem da sua maneira de se relacionar e de fazer negócios é que poderão criar empatia e coincidência de idéias com clientes. Essa é a função do endomarketing, o marketing voltado para dentro. Para abordar esse assunto, entrevistamos Domingos Crescente, da LDC Comunicação, uma das mais importantes empresas de endomarketing do país. Jornalista e publicitário expert em endomarketing, comanda uma equipe que cuida, entre outros, de toda comunicação interna do Banco Real / ABN, uma das empresas que mais investe nessa ferramenta. Confira. 

Vox News - O que é endomarketing?
Domingos Crescente - Da mesma forma que o marketing, o endomarketing reúne uma série de disciplinas da comunicação e utiliza-se delas com o objetivo de divulgar uma empresa para um público específico: os funcionários dessa empresa. Ou seja, como a própria palavra indica, o endomarketing é o marketing voltado para dentro. E por que fazer marketing da empresa para os seus próprios funcionários? Porque somente quando funcionários estiverem conscientes dos valores das empresas, acreditarem neles, compartilharem da sua maneira de se relacionar e de fazer negócios é que poderão criar empatia e coincidência de idéias com clientes e outros stakeholders. 

Vox News - Onde o endomarketing se encaixa na estratégia das empresas?
Domingos Crescente - O endomarketing é, hoje, um fator de diferenciação. É o mecanismo pelo qual as empresas podem alinhar o seu discurso (série de mensagens enviadas a clientes e outros stakeholders pelos mais diversos meios: comerciais, anúncios, entrevistas à imprensa etc.) com as suas ações. Aquelas ações que são praticadas pelos seus funcionários no dia-a-dia de trabalho. 

Vox News - Qual a relação entre marketing e endomarketing?
Domingos Crescente - Em uma concepção mais moderna, o marketing e o endomarketing utilizam ferramentas muito semelhantes e divulgam mensagens cada dia mais alinhadas. Cada vez mais, as campanhas externas, nas suas mais variadas formas, e os veículos e campanhas internas, também nas suas mais variadas formas, falam as mesmas coisas, uma vez que, sem isso, o discurso seria só discurso e não se refletiria nas ações dos funcionários. 

Vox News - As empresas, em seu esforço de diferenciação, dão cada vez mais atenção ao branding. Existe relação entre o branding e o endomarketing?
Domingos Crescente - Tudo o que falamos até agora se refere exatamente ao branding. Em última análise, o que é o branding? É o esforço das empresas para diferenciarem seus produtos e serviços (que são cada vez mais parecidos) por meio da personalidade da sua marca. O que me faz escolher entre um ou outro produto na prateleira do supermercado? Eles são parecidos, têm preços parecidos e funções, às vezes, idênticas. Mas eu preciso decidir por um deles. E escolho pela marca que considero mais simpática. A marca que conheço, com a qual mais me identifico porque acredito que as pessoas dessa empresa pensam e agem de uma maneira mais próxima do meu próprio jeito de ser. E como fazer com que os funcionários ajam de acordo com a imagem da marca? Por meio de programas consistentes e alinhados de endomarketing. Assim, a relação é estreita e podemos dizer até que existe um vinculo de interdependência entre branding e endomarketing.

Vox News - Quais as ferramentas utilizadas pelo endomarketing para alcançar seus objetivos?
Domingos Crescente - O endomarketing utiliza, hoje, as mais diversas ferramentas de comunicação para atingir seus objetivos. Além dos clássicos informativos internos – sejam boletins, jornais ou revistas sofisticadas – até DVDs interativos, reuniões e treinamentos conceituais, vídeos, folhetos, cartazes etc. para divulgar suas mensagens. É comum, hoje, grandes empresas usarem horários na TV aberta para falar com seus funcionários em todo o país. Portanto, as ferramentas do endomarketing estão muito próximas àquelas utilizadas pelo marketing, acrescentando-se aí alguns recursos de que o marketing não dispõe, como os treinamentos conceituais, por exemplo. 

Vox News - O endomarketing é uma necessidade ou um luxo reservado a grandes empresas? Enfim, quem precisa do endomarketing?
Domingos Crescente - O endomarketing é necessário para qualquer empresa que queira se diferenciar e estabelecer relacionamentos duradouros e de fidelidade com os seus públicos. Nos dias de hoje, toda empresa precisa de endomarketing e deve levar isso em consideração, adequando, obviamente, as ações ao seu porte e às suas necessidades. 

Vox News - Como o endomarketing está evoluindo no Brasil?
Domingos Crescente- Durante muito tempo, essa palavra não era usada. Mas alguma espécie de endomarketing sempre existiu. Seja no discurso do presidente no final do ano ou nos jornais internos que começaram a ser editados, inicialmente, por profissionais de Recursos Humanos preocupados em criar clima de união entre os funcionários. Essa preocupação inicial evoluiu com as novas necessidades que surgiam à medida que a economia se desenvolvia e crescia a complexidade das relações entre a empresa e os seus públicos. Hoje, com a comoditização de produtos e serviços e adoção do conceito de branding, a evolução das técnicas de endomarketing tem sido muito rápida. 

Vox News - O conceito de responsabilidade social das empresas está bastante presente em debates acadêmicos e nos ambientes corporativos. Qual a relação entre endomarketing e responsabilidade social?
Domingos Crescente - Esse é outro ponto importante. Como uma empresa pode se mostrar para o público como social e ecologicamente responsável se seus funcionários não acreditarem, ou não praticarem estes valores? Não mostrarem com ações concretas que o discurso da empresa é verdadeiro? E não se trata apenas de mobilizar os funcionários para programas de voluntariado. O respeito, a transparência nas relações com os clientes e outros públicos precisa estar presente em todo os momentos. Numa ligação atendida pelo call center, na resposta ao e-mail, no retorno da ligação telefônica etc. Sem esse tipo de atitude, o discurso fica oco. E, são as ações de endomarketing que vão ajudar a construir uma cultura de respeito, um padrão de atitudes positivas. 

Vox News - Como você o futuro das atividades de endomarketing?
Domingos Crescente - Há muita coisa a se fazer. O endomarketing está apenas começando e ganhando importância nas empresas que iniciam o desenvolvimento de processos de branding e procuram fidelidade e relacionamentos duradouros por meio da imagem de suas marcas. À medida que essa necessidade for sentida por um maior número de empresas, maior o desenvolvimento das atividades de endomarketing. 

Vox News - O que é necessário para ter um endomarketing eficiente?
Domingos Crescente - Em primeiro lugar é preciso estar consciente de que ele é necessário e que será um diferencial competitivo importante. Depois, é contar com profissionais competentes que possam entender os valores da empresa e transformar isso em ações capazes de informar, mobilizar e educar os funcionários, garantindo que estas ações transformem-se em atitudes positivas que ajudem a empresa a formar a imagem da sua marca e se posicionar adequadamente. 

Vox News - Que serviços uma agência de endomarkting pode oferecer aos seus clientes?
Domingos Crescente - Uma agência de endomarketing distingue-se pelo dever de contar com duas áreas fundamentais: a de criação, que funciona semelhantes à criação de uma agência de propaganda, e a área de conteúdo, com uma equipe de jornalistas especializados. Além, é claro de todas as outras áreas, como planejamento, atendimento etc. Aliando conteúdo e criação publicitária, a agência de endomarketing pode oferecer aos seus clientes o planejamento e execução de todas as ações de endomarketing, como planejamento, criação de produção de campanhas motivacionais, veículos periódicos de comunicação, publicações educativas (cartilhas) sobre produtos, processos, procedimentos e sistemas, materiais de treinamento, boletins não-periódicos, eventos etc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário