11 de fev de 2011

Criadores de perfis fakes no Twitter contam como “enganaram” a imprensa



O publicitário Gustavo, o ex-técnico mecânico Leandro, e Victor, funcionário de uma empresa especializada em conteúdo para mídia social, são pessoas que não aparecem na televisão, não são reconhecidos nas ruas e muito menos possuem milhares de fãs. Mas, qual a relação desses três com os famosos e as mídias sociais? O fato é que eles fazem sucesso no Twitter por meio dos perfis que criaram no microblog em homenagem a Mussum, Nair Bello e Hebe Camargo.

Na mídia social, Leandro, atualmente blogueiro do “Bebida Liberada” dá vida ao @MussumAlive, por se identificar com o humorista e por ser “preto e sambista”, como ele define; Gustavo, que afirma ter sido “escolhido em um sonho” por Nair Bello para criar o perfil dela no Twitter, incorpora o @nairbello; e Victor controla o perfil @hebecamargo, em homenagem a apresentadora Hebe Camargo,  a pessoa que ele diz “sonhar em ser desde criança”. 

Com o comando de perfis que levam nomes de personalidades consagradas na televisão brasileira, eles comentam que já passaram por diversas histórias engraçadas e outras embaraçosas envolvendo a imprensa.  Sobre o relacionamento desses perfis com a grande mídia, Victor, Gustavo e Leandro relembraram alguns fatos, em entrevista à Bia Granja, considerada pelo Portal iG uma das pessoas mais influentes das mídias sociais. O tema foi debatido nesta quinta-feira (10/2), durante a Social Media Week, evento realizado na capital paulista.


Imprensa
"Mesmo eu criando o perfil depois da morte da Nair, teve uma repórter da Globo que perguntou se o perfil era verdadeiro. Não vou citar nomes, mas depois disso fiquei sabendo que ela foi demitida”,  informou o idealizador do @nairbello, sem revelar a identidade da profissional da Rede Globo que cometeu essa gafe.

Outro caso envolvendo perfil fake e profissional da imprensa aconteceu quando a apresentadora Hebe Camargo ficou internada para se tratar de um câncer no peritônio. Na época, Victor, a Hebe do Twitter, postou que a apresentadora estava bem e que inclusive “corria na cadeira de rodas pelo hospital”.

“Teve uma repórter da rádio Jovem Pan (Izilda Alves) que informou o perfil como verdadeiro e saiu informando que a Hebe estava bem e correndo na cadeira de rodas. Foi infantilidade dela, pois alguém já viu uma pessoa correr na cadeira de rodas?”, contou Victor, aos risos.

O caso de Leandro com a imprensa não envolve nenhuma “barrigada” de repórter, ele disse que foi após uma entrevista concedida à revista Galileu que o @MussumAlive ganhou espaço no microblog. “Antes de aparecer na Galileu, eu tinha 5 mil seguidores. Depois da publicação, subiu para 27 mil”, relembrou Leandro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário