6 de jan de 2011

Atitude dos jornalistas é o principal motivo da crise na profissão diz Especialista



Redação Portal IMPRENSA

Um articulista do Knight Digital Media Center, organização norte-americana que auxilia jornalistas no treinamento e especialização em novas mídias, afirmou que o maior problema da indústria do Jornalismo é a atitude de alguns jornalistas. 

De acordo com Robert Niles - considerado pela Universidade de Columbia como um dos maiores especialistas em Jornalismo online -, o advento da Internet, o corte de empregos e a crise de anunciantes não se comparam ao pessimismo de alguns jornalistas que "chafurdam em uma cultura do fracasso". 

Na opinião de Niles, as mudanças repentinas no mercado causaram paralisia em alguns profissionais e os transformaram em jornalistas que preferem culpar centenas de outros fatores a repensar suas atitudes em relação à profissão.

Segundo ele, estes jornalistas compartilham as seguintes considerações sobre o mercado e seus colegas: Jornalistas má atitude para com os seus negócios se manifesta: "As pessoas devem se comunicar online de acordo com as nossas regras; leitores devem pagar mais por nossa reportagem, editores online (neste caso, Julian Assange) devem ter, como nós, uma boa relação com os poderosos.

Por fim, na opinião de Niles, os que escolheram o caminho das queixas em detrimento de tentar modificar o mercado, esperam comodamente por suas aposentadorias, deixando para a próxima geração de jornalistas a tarefa de estipular novos parâmetros para a carreira. (leia aqui o artigo completo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário