16 de ago de 2010

Diploma para aqueles que aprenderam na prática

Bom dia, Gente! Hoje sinceramente estava sem opção de post, pois são muitos assuntos que gostaria de tratar aqui, e hoje cedo tava aqui fuçando o twitter e aí li um post do Blog da Janga e ao clicar no link, fui direcionado a esse texto que sem dúvida é importantíssimo para a galera que executa ou executou alguma atividade, tem experiência e não tem como comprovar qualificação e que paralelamente tem experiência para tal.
Leiam:

Por Dilson Alexandre do Bolg da Janga
Para muitos, a segunda-feira é o dia certo para se começar projetos. Pode ser uma nova dieta, a promessa de engrenar na academia ou procurar um emprego. Neste último caso, um currículo debaixo do braço, sola de sapato, ânimo e sorte são essenciais. Uma formação educacional sólida é, sem dúvida, o diferencial mais exigido. Mas a experiência também conta e a boa notícia que chega é que deve ficar mais fácil comprovar o conhecimento adquirido na prática de uma determinada profissão.
Aqueles trabalhadores que exercem ou exerceram determinada profissão e que não têm diploma que comprovem isso, agora podem recorrer a um programa chamado Certific. Resumindo: os ministérios da Educação e do Trabalho e Emprego vão certificar profissionais, inicialmente, das áreas e música, pesca e aquicultura, turismo e hospitalidade, construção civil e eletroeletrônica.
No caminho, o primeiro passo é procurar algum instituto federal de educação, ciência e tecnologia. Depois o trabalhador vai passar por uma avaliação, feita por uma equipe com assistente social, pedagogo e especialistas da área. Se for aprovado, leva o certificado para casa. Caso não, pode ser encaminhado a um curso.
Acredito que esta seja mais uma forma de reconhecer as pessoas que possuem algum conhecimento empírico que pode e deve ser valorizado no caminho profissional. Mas a questão é que sempre se deve manter o foco em constante aperfeiçoamento educacional! E se não se faz isso por vontade própria, o mercado de trabalho – que muda tanto – vai exigir isso. Então estudar, cada vez mais, vai fazer a diferença, para a carreira e para as empresas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário