28 de jul de 2010

Carta de um inexperiente profissional que almeja um lugar ao sol.

O relato que criei não é uma carta de desistência, mas sim um “desabafo”. Vejam, não estou querendo aqui desmotivar ou falar que sou incapaz, mas sim, mostrar o que todo mundo um dia já experimentou: Aquela angustia de achar que nunca vai conquistar o seu lugar, o seu espaço no mercado trabalho.

Tenho buscado incansavelmente um trabalho que me dê prazer, sabe aquela atividade que você exerce e não vê o tempo passar? É essa mesmo! Mas as vezes meio que desmotivado, paro e fico a pensar. Será que existe vaga para mim no mercado? Será que vou conseguir o meu lugar, aquela vaguinha merecida. Tenho uma graduação, isso pesa muito no currículo, sim, tenho pouca experiência na prática. Tudo bem! Mas foram quase quatro anos de pura luta para obter o tão sonhado diploma. Atualmente estou cursando um MBA em Marketing e busco diuturnamente oportunidades na área que escolhi e procuro sempre cursos, palestras e seminários para estar me reciclando. Só isso não basta? Há quem diga que não, mas para muitos isso é o suficiente, claro, isso é o mínimo que eu posso fazer por mim, tenho plena consciência. Mas o que me deixa mesmo desmotivado, desculpem o termo negativo, - mas não encontrei outra palavra que pudesse substituir, - é o fato de sempre procurar um emprego para desenvolver as habilidades na área que escolhi e nada encontrar, sei que a minha hora vai chegar, disso eu não tenho a menor dúvida, mas até que chegue a hora H, continuo assim, nessa impaciência sem fim. Leio artigos diversos a cerca do mercado conturbado, são textos que falam da dificuldade de novos profissionais entrarem no mercado, mas tenho lido também sobre as novas ferramentas do Marketing, o que as empresas buscam e o que os profissionais têm que fazer para atender tantas exigências. São textos belíssimos que guardo numa pasta que fiz uma espécie de diário, sempre que surge algo novo, salvo na “bendita” pastinha. E sempre que tenho tempo, abro-a e leio os que guardei anteriormente, com isso, mantenho-me informado e preparado para conseguir o que anseio.
Tenho acompanhado de perto as mudanças constantes do mundo globalizado. As redes sociais são uma fonte de atualização e renovação, um elo. Tenho encontrado por lá inúmeros profissionais com muitos anos de mercado e que acompanham na prática, sentem na pele as novas mudanças e se adéquam as novas exigências e empresas que usam das ferramentas para criar novos meios de crescimento e divulgação de produtos e serviços. O que me conforma é a capacidade que tenho de todos os dias aprimorar ainda que teoricamente os meus conhecimentos e aprender novas técnicas, novos meios de construir a minha carreira. Enquanto não deslancho vou seguindo o mundo e suas transformações. Mas preciso as vezes ser orientado, para não cair em erros que comprometam a minha trajetória.


*** Em breve mais conversas sobre o assunto. Adianto. Não serão todas de desabafo.
 Refletiremos juntos.

Abaixo vídeo sobre motivação. Importante assist-lo.

Um comentário:

  1. Calma, meu amigo, tudo tem o seu lugar e a sua hora. O que não pode, deixar o desânimo te abater.
    Quando se sentir no fundo do buraco, pensa assim:
    nem tudo está perdido, não jogaram terra por cima, ainda.rsrs.

    ResponderExcluir